CONHEÇA NOSSAS CERVEJAS

Conheça nossas cervejas ............................ Tira dúvidas .. 1 .. 2 .. 3 .................... Adquira seu Equipamento ............................ Fórum

Como usar seu KEG .. 1 .. 2 .. 3 .. 4 .. 5 .. 6 .. 7 ............ Calcule seu Priming ................ Processo Cervejeiro .. 0 .. 1 .. 2 .. 3 .. 4 .. 5 .. 6 .. 7 .. 8

............................ Encomende seus Kits e Copos ............................

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Cerveja no Barril

Muito se pergunta, mas pouco se responde sobre o assunto, por isso cá estou mais uma vez e como o assunto é longo vou dividi-lo em pequenas partes para não cansar os leitores. Desta forma contemplarei apenas os barris de padrão KEG e farei, como de costume, conexões para materiais com informação de outros tipos de barris através de links para não repetir coisas batidas aqui.


O que me motivou a falar sobre embarrilamento foi a quantidade de perguntas e dúvidas que recebi ultimamente sobre o assunto e também a variedade de desinformação que acaba chegando às pessoas que acabam por ficar perguntando a mesma coisa para um monte de gente e checando as respostas para ver se estão lhe passando a informação corretamente, contudo esse procedimento não garante ao que questiona uma resposta correta, pois como já dizia a minha bisavó, “uma mentira dita muitas vezes por várias pessoas vira uma verdade” e não raramente vejo pessoas caírem nessas “verdades” criadas acreditando piamente ser a coisa certa a se fazer. Também não quer dizer que quem responde está mentindo, mas pode também ter comprado uma "verdade relativa" que repassa a todos sem efetivamente ter pesquisado o assunto.

Envasar cerveja em barril é muito mais prático do que em garrafas? Sim, é, principalmente se você faz mais de 20 litros por brassagem, carbonata bem mais rápido com CO2 e não precisa de priming, porém tudo tem dois lados e transportar garrafas é mais cômodo, não precisa de cilindro de CO2 pra beber, dá para colocar em qualquer geladeira, não precisa levar 10 litros por vez, dá pra dar uma garrafa pra cada amigo, enfim, tudo vai depender da sua necessidade, por isso o melhor será sempre variável, entretanto, se sua necessidade é levar 15, 30, 50, 100 litros de cerveja para um evento não tenha dúvida, barril é a melhor alternativa e aqui começamos outra polêmica, que tipo de barril usar? Na minha opinião o KEG de aço inoxidável é claro. Você pode me perguntar (ou se perguntar) ai do outro lado, mas eles não são todos de inox?


Na verdade não, segundo minhas vagas lembranças de infância (não, eu não bebia, mas ia a festas e via os barris) no passado não muito distante aqui no Brasil haviam outros dois tipos utilizados para cerveja e que tinham funcionamento semelhante, mais remotamente os barris de madeira e há algum tempo os de alumínio, (sim eles tinha uma abertura lateral), contudo atualmente só encontramos os de aço inox com válvula única em uso. Além de minha memória, podemos encontrar na famosa Wikipédia a explicação abaixo:

“Um KEG é um recipiente usualmente construído de alumínio, aço ou madeira, comumente utilizado para armazenar, transportar e servir cerveja. Outras bebidas alcoólicas e não alcoólicas, carbonatadas ou não, também podem ser armazenadas em KEGs com ou sem pressão. Antigamente um keg era um pequeno barril de madeira geralmente feito à mão e utilizado para transportar pregos e pólvora.”

Podem estar bradando: Mas porque não o Cornélius? O que muita gente não sabe é que o Cornelius também é chamado de Cornelius KEG, mas quando eu me refiro ao KEG realmente demonstro minha preferência pelos barris de inox com válvula única, mas minha intenção aqui não é falar disso, o objetivo é ensinar o leitor, homebrewer, a utilizar seu KEG com segurança e dar informações sobre como carbonatar sua cerveja com CO2 (e quem sabe uma palha de N2 e blended CO2-N2) e a pressurizar sua linha e seu barril para equilíbrio e extração da bebida.

Terminarei a série ensinando vocês como reutilizar um mini KEG de cinco litros seja de Heineken ou de outro tipo como os de itaipava, Skol, Warsteiner etc..

Não percam!

Prosit!!!

13 comentários:

  1. Dae Bredão!
    Vamos inaugurar este post...rsrsrs!!!
    1 - O que você usa para fechar a saída da extratora para carbonatar com KEG?
    2 - Que materiais e de que forma você faz a sanitização? Usa soda? Em qual proporção? Usa peracético?
    3 - Ouvi falar que cloro é terminantemente proibido em recipientes de inox... Confere?
    4 - Como vedar as conexões do CO2? fita veda rosca???
    Pronto! são duvidinhas básicas que podem ajudar nossos colegas. Nas próximas postagens, vou me intrometendo fazendo mais perguntas úteis!

    saudações cervejeiras!!!

    Marco

    ResponderExcluir
  2. Opa, como está Marco?
    As perguntas estão registradas, falarei de todas oportunamente.
    Continue enviando suas dúvidas, com certeza serão úteis para o pessoal. Aliás, todos devem enviar suas dúvidas para mhbreda@hotmail.com ou comentá-las aqui no blog.
    Prosit!!!
    Breda

    ResponderExcluir
  3. Lembrei de mais coisas:
    1 - temperatura ideal da cerveja para a carbonatação, para melhor dissolução do CO2: Os técnicos falam em 1ºC a 5ºC.

    2 - Após fazer a primeira injeção de CO2 no barril com a cerveja a ser carbonatada, o CO2 deve permanecer conectado e aberto, ou a extratora deve ser removida do KEG?

    3 - Como sanitizar a serpentina da chopeira? (pouca gente pensa nisso...rsrs) eu pensei em fazer a extração do peracético do barril - uqnaod da sanitização deste - usando um pouco de CO2 - e forçando a passagem do peracéticop pela serpentina da chopeira... Que tal a solução?

    ResponderExcluir
  4. Fantástico!
    Agurado ansioso a parte seis!

    ResponderExcluir
  5. Breda;
    Há possibilidade de reutilizar os barris da heineken???
    Essa eu to curioso...abraços e parabéns pelas postagens.

    ResponderExcluir
  6. Sim, ha possibilidades, nao somente o de heiniken, mas todos.
    Em breve demonstrarei como.
    Abs.,
    Breda

    ResponderExcluir
  7. Quero beber cerveja na minha casa, tenho chopeira e barril, mas quando a cerveja sai, sai sem espuma.Parece choca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, como vai?
      Obrigado pelo comentário.
      Me diga lá, que cerveja é essa que está no barril?
      Que choppeira você tem?
      Tem Cilindro de CO2?
      Que pressão de extração está usando?
      Preciso das informações para tentar te ajudar.
      Abs.,
      Breda

      Excluir
  8. Boa tarde, tenho uma chopeira da MEMO o modelo dela é a MIMO que tira 30 l/hr e um barril de 15 litros, qual a melhor cerveja para colocar no barril para que não fique uma cerveja tão fraca ?
    Meu nome é Alex Miranda e sou de Ribeirão Preto-SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Alexssander, como vai?
      Você pode colocar qualquer cerveja que você tenha produzido em seu barril, ela ficará do mesmo jeito que ficaria se estivesse na garrafa, porém com a vantagem da cremosidade da espuma que se obtém na extração em chopeira.
      Porém, se você está pensando em colocar cervejas prontas (que estão em garrafa) dentro do barril para tirar como chopp, tipo brahma, skol, etc., na verdade não acredito que terá bom resultado, pois esse não é um bom procedimento por várias razões.
      Me explique exatamente qual é a sua intenção para que eu possa ajuda-lo de uma melhor forma.
      Abs.,
      Breda

      Excluir
    2. Boa tarde,
      Breda, na verdade em algumas ocasiões eu queria utilizar cervejas prontas mesmo, como a Brahma, Skol e outras, mas a questão é saber qual ficaria melhor, e o que acontece quando colocamos cervejas prontas do que as cerjas artesanais ? Obrigado pela atenção, abraços...

      Excluir
    3. Olá Alexssander.
      Sobre colocar cervejas que estão em garrafas dentro de barril para tirar em chopeira não recomendo. Porquê? A cerveja ao ser colocada no barril desta forma perde muita carbonatação e você terá o sintoma de estar "choca" como popularmente se fala. Além disso, você estaria oxidando a bebida nesse processo, pois ela estara em contato com muito oxigênio desde a abertura da garrafa até a colocação no barril. Logo, nenhuma das cervejas comercialmente vendidas em garrafa seria boa para esse procedimento. OK. Nem as artesanais que já estão engarrafadas.
      A melhor opção para você, se deseja realmente usar cervejas de garrafa para tirar como chopp, são aquelas "chopeiras" onde você engata a garrafa e utiliza a própria pressão da mesma para fazer com que a cerveja passe por uma serpentina com gelo e simule um chopp, veja bem, simule, pois isso nunca será chopp por ser cerveja pasteurizada e sem utilização de CO2 forçado para extração.
      O ideal mesmo já que você tem uma choppeira é utilizar barril envasado mesmo, ou seja, comprar chopp de verdade seja de que marca for.
      A melhor opção do meu ponto de vista se você se interessa pelo assunto e se está disposto a produzir cerveja é fazer a sua própria cerveja e aí sim utilizar todo o conhecimento disponibilizado aqui no BLOG para que você possa colocar a sua cerveja no barril, carbonatá-la adequadamente e aí sim servir como chopp em sua casa, porem isso demanda estudo e trabalho, muito de ambos, pois se você não fizer uma cerveja bacana não terá bons resultados na sua chopeira.
      Espero ter ajudado e fico à disposição.
      Forte abraço e boas cervejas.
      Saúde!!!
      Breda

      Excluir
  9. Bacana o Espaço....parabéns.
    Não sou produtor....apenas "Consumidor Apreciador"....mas, parece que quanto mais a gente aprende...melhor fica o sabor....
    Valeu

    ResponderExcluir

Muito obrigado por seu comentário! O Blog "Breja do Breda" é feito pensando em você!